menu Menu
Carniceiro Voraz
Quando o primeiro Carniceiro Voraz emergiu do poço de invocações, todos olharam horrorizados. Que mente profana seria capaz de idealizar algo tão terrível?
By leandrorocha Posted in Monstros on 12 de março de 2019 0 Comments 6 min read
Armas de Fogo Previous Sieg Jarrel Next

Fortes, ágeis e terríveis. Esta é a melhor definição para os Carniceiros Vorazes, criaturas nefastas criadas através da bruxaria argothiana e utilizadas em tempos de guerra para romper as linhas de frente através das suas mortais garras e impressionante bocarra. Nem os mais corajosos soldados são capazes de manter seus escudos a postos quando seus companheiros começam a ser devorados diante dos seus olhos.

Rugido do Carniceiro Voraz

Com o fim do Império, os Carniceiros Vorazes se dispersaram e passaram a habitar florestas e territórios montanhosos onde há fartura de presas e cavernas para formarem seus covis. Seus hábitos predatórios vorazes, tornaram esta criatura uma verdadeira praga capaz de acabar com a vida selvagem e dizimar vilarejos em poucos dias. Quando a caça se torna escassa, ele parte em busca de um novo local que possa aplacar a sua fome, enquanto isto um rastro de morte é deixado para trás acompanhando sua marcha rumo ao próximo covil.

Os Carniceiros são conhecidos por serem criaturas territorialistas e quando se instalam em uma região se asseguram de eliminar qualquer outra criatura que possa considerar como um potencial competidor.

Comumente a presença de Carniceiro é marcada pelo desaparecimento da vida selvagem e posteriormente de animais domésticos que estejam em sua área de caça. De hábitos solitários é raro que dois Carniceiros dividam o mesmo território de caça ou covil. Em geral quando dois Carniceiros precisam dividir um mesmo território, o mais fraco será devorado impiedosamente pelo mais forte na primeira oportunidade. Se há suspeitas de que dois ou mais Carniceiros podem estar dividindo um território pacificamente, o mais prudente é evitar tais áreas a qualquer custo, como aconselha a Liga de Exploradores de Aman.

Os Carniceiros possuem um apetite insaciável e quando abandonam seu covil retornam apenas quando conseguem aplacar sua fome. Quase tudo sob o seu ponto de vista é uma presa em potencial, mesmo que seja incapaz de digerir. Não são raras as histórias de Carniceiros vistos atacando carroças e mastigando suas partes provavelmente acreditando que se tratava de algum tipo de animal.

Por serem furtivos e rápidos, apesar do seu tamanho descomunal, os Carniceiros quando encontram uma vítima procuram por uma posição privilegiada de onde possam se mover velozmente e saltar em um bote. Normalmente este tipo de investida termina com a vítima sendo engolida e sem qualquer chance de reação.

Apesar de parecer uma loucura enfrentar uma criatura como esta, os covis de Carniceiros são muito procurados. Aquilo que o Carniceiro não consegue digerir é regurgitado posteriormente em seu covil, o que dá um inestimável valor a tais locais.

Carniceiro Voraz
Monstruosidade Enorme, Imparcial
Classe de Armadura: 19 (natural) Pontos de Vida: 250 (20d12+120) Deslocamento: 12 metros / Variável (Veja Estômago Colossal)
For 24 (+7), Des 16 (+3), Con 22 (+6), Int 8 (-1), Sab 14 (+2), Car 8 (-1)
Perícias: Furtividade +9, Percepção +7 Sentidos: Visão no Escuro 27m, Percepção Passiva 17 Nível de Desafio: 15
Camuflagem Natural: A pele do Carniceiro é capaz de se adaptar ao ambiente natural concedendo-o uma camuflagem especial. Ele tem vantagem em seus testes de furtividade.
Ações
Bote: Se o Carniceiro conseguir se mover, pelo menos, 9 metros em linha reta em direção a uma criatura e atingi-la, no mesmo turno com um ataque de mordida, o alvo precisa ser bem-sucedido em um teste Força CD 17 para não ser engolido como uma ação bônus (vide engolir).
Ataques Múltiplos: O Carniceiro voraz pode realizar três ataques: uma mordida e dois ataques com garra. Ele pode substituir seus dois ataques com garras por um ataque de cauda.
Mordida: Ataque Corpo-a-Corpo com Arma: +12 para atingir, alcance de 3m, um alvo. Acerto: 23 (3d10+7) de dano perfurante. Se o alvo for uma criatura, ela fica agarrada (CD 18 para escapar). Até o agarrão acabar, o alvo fica impedido e o Carniceiro não pode morder outro alvo.
Garras: Ataque Corpo-a-Corpo com Arma: +12 para atingir, alcance de 3m, um alvo. Acerto 21 (4d6+7)
Cauda: Ataque Corpo-a-Corpo com Arma: +12 para atingir, alcance 3m, um alvo. Acerto: 17 (3d6+7) de dano de concussão. Se o alvo for uma criatura, ela deve ser bem-sucedida num teste de resistência de Força CD 17 ou será derrubada no chão.
Presença Aterradora: Todas as criaturas que estejam em um raio de 6 metros e que possam ver o Carniceiro, precisam ser bem-sucedidas em um teste de Sabedoria CD 14 ou ficarão amedrontadas por 1 minuto. As criaturas podem repetir o teste de resistência no final de cada um dos turnos dela, terminando assim com o efeito sobre si caso tenham sucesso. Se a criatura obtiver um sucesso em seu teste, ela fica imune aos efeitos da presença aterradora por 24 horas.
Engolir: No início do seu turno, se o Carniceiro estiver agarrando uma criatura com sua mordida, ele poderá ao invés de usar seu ataque de mordida engoli-la. Enquanto estiver engolido, o alvo estará cego e impedido, ele terá cobertura total contra ataques e outros efeitos de fora do Carniceiro e sofrerá 28 (8d6) de dano ácido no final de cada turno do Carniceiro. Se o Carniceiro sofrer 40 pontos de dano ou mais em um único turno por uma criatura engolida, o carniceiro deve ser bem-sucedido num teste de resistência de Constituição CD 16 no final desse turno ou regurgitará todas as criaturas em seu interior, que cairão em um espaço a até 3 metros do carniceiro. Se o carniceiro morrer, uma criatura engolida não estará mais impedida por ele e poderá escapar do corpo usando 4,5 metros de movimento, estando caída ao sair. Uma criatura reduzida a zero pontos de vida desta forma é dissolvida pelos ácidos estomacais.
Estômago Colossal: O apetite implacável do carniceiro é também sua maior fraqueza. Seu estômago é capaz de dilatar ao ponto de abrigar até 4 criaturas de tamanho médio ou menor. Para cada criatura em seu interior seu deslocamento é reduzido em 3 metros. Caso o Carniceiro tenha engolido 2 criaturas, ele se torna incapaz de utilizar seu ataque de bote e caso tenha engolido 4, ele torna-se incapaz de mover-se até que tenha digerido completamente uma criatura ou decida regurgitar.  


Previous Next

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Cancel Publicar comentário

keyboard_arrow_up